94 pts reserva 2011

O Reserva 2011 é produzido a partir de uma vinha com mistura de castas da Quinta de la Rosa, envelhecido durante 18 meses em cascos de carvalho francês novos e produzido a partir de vinhas com 25 anos. Chega até nós com 14.5% de álcool. Isto tem alguma competição, comparando com alguns vinhos recentes de cá (USA), mas é um Reserva maravilhosamente elegante e fresco com um equilíbrio impecável, ao qual será impossível resistir. Faz-me lembrar a maioria dos 2001, que evoluíram lindamente.  Globalmente, faz lembrar um 'St Julien', falando relativamente, claro.} Os taninos estão razoavelmente bem integrados e o vinho tem uma textura sedosa, sempre gracioso mas nunca "mole". Subjacente á fresca fruta jovem, há uma mineralidade surpreendente. É difícil acreditar que estagiou durante 18 meses em barricas novas não há muito tempo atrás. Já está razoavelmente integrado e com perspectivas de ainda melhorar. Neste momento ainda está um pouco fechado. Apreciei a sua discreta elegância e fineza,e a  promessa de que de futuro vai ganhar expressão. Dei-lhe mais algumas horas para o vinho abrir e eu o perceber melhor. Conforme foi "abrindo " no copo tournou-se já pronto a beber e não apenas admirar. Conforme foi evoluindo cada vez gostei mais do vinho e suspeito que com um par de anos de estágio em cave vai tornar-se carnudo, evoluindo lindamente, ficando mais expressivo e impressionante. Foram produzidas 12600 garrafas. Para beber 2016-2027

Clique na fotografia para ecrã inteiro.